Receba novidades do CADguru: [x] Fechar
Prefere as mídias sociais? Acompanhe o CADguru:

Normas da ABNT para montar pranchas de projetos

Postado em: 17/01/2014 Comentários (4)

Normalmente, existe no Brasil normas que regem vários tipos de materiais e execução de trabalhos, sejam eles braçal, digital, informatizado ou não. Quando se trata de projeto de desenhos técnicos há uma gama enorme de normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e várias delas sobre como montar e dimensionar as pranchas dos projetos. E várias perguntas nos acompanham: “Posso usar outra norma para montar pranchas?” ou “Realmente preciso usar as normas para montar uma prancha?” ou até “Qual norma eu tenho que usar para confeccionar pranchas?”

Através deste artigo abordaremos este tema muito comentado pelos profissionais das áreas de Arquitetura, Construção, Mecânica, Indústrias em geral, Elétricas, Projetos e Design em todas categorias.

Posso usar qualquer tipo de norma pra montar pranchas?

Sim. É permitido usar qualquer tipo de norma para confecção de pranchas, mesmo as normas internacionais ao qual a ABNT baseou seus registros para normas já existentes. Logo abaixo coloco três normas brasileiras que regem a área de desenho técnico e também a confecção das pranchas. As normas são NBR 10068, NBR 10582 e NBR 13142. Veja as capas destas normas:

Utilize sua Prancha NBR 13142 Desenho Técnico - Dobramento de Cópia

Preocupado com o Posicionamento dos desenhos? NBR 10068 Folha de Desenho - Leiaute e Dimensões

Monte sua Prancha pela NBR 10582 Apresentação da Folha para Desenho Técnico

Você já deve saber que as pranchas podem ser feitas como antigamente (a mão) e pelos métodos digitais de hoje (com uso de softwares). Mas, existe as regras que sempre cito em minhas aulas e aprendi muito bem em minha formação. A primeira é a de bom senso e a segunda regra depende de onde você está enviando o seu projeto pronto.

Situações que influenciam a escolha da prancha:

Existem algumas situações com as quais nos deparamos ao escolher corretamente a norma a ser seguida para criar pranchas, mas vejamos algumas situações:

  • As empresas que você pode prestar serviço;
  • Se você entra através de  algum edital/licitação;
  • Em concurso (público ou privado) para prestação de serviços em sua área;
  • Até mesmo entregando um projeto estrutural, arquitetônico, hidráulico e elétrico para uma prefeitura;
  • Objetivo pessoais para qualquer fim;
  • Clientes de Pessoa Física que contrataram seus serviços.

Se for um edital ou uma empresa que se preocupa (e normalmente a maioria das empresas se preocupa com isto), elas pedem que as pranchas sejam confeccionadas de acordo com determinada norma ou até de acordo com o padrão que ela deseja. Acabam disponibilizando, muitas vezes, como quer o selo, símbolos e emblemas.

De acordo com esse entendimento, normalmente a ABNT faz um passo a passo mostrando as dimensões de linha de delimitação da folha (isso vai depender se você for usar os padrões A4, A3, A2, A1 ou A0), mostrando também as linhas de contorno para distribuição de detalhes dentro da prancha e posicionamento (com várias opções) das legendas, selos e outros.

Criando um estilo padrão de folhas:

Se você quiser criar seu próprio estilo padrão de folhas, pode! O que a norma orienta (e NÃO obriga) é que siga um padrão, mas não deixa você amarrado 100% a ela.

Então, se você acha que a distância tal da norma não condiz com seu projeto, faça um padrão legal para sua empresa. Mas, lembre-se de que esse padrão pode não coincidir com o padrão da empresa que você está entregando um projeto.

Curiosidades sobre o tamanho padrão das folhas:

Aqui mostrarei algumas informações sobre o tamanho padrão das folhas de papel, que no Brasil é definido pela ISO 216 e algumas dimensões usadas nos EUA e Canadá:

Veja Modelo de Tamanhos e Padrões de Papel

Veja Tabela Usada no Brasil da ISO 216 em milímetros

Veja Tabela de Tamanhos Comuns Usados nos EUA e Canadá

Você deve sempre estar atento ao tipo de padrão de folha determinada pela empresa/cliente. Se for pessoa física, acredito eu que não tenha problema algum você entregar uma prancha com estilo e detalhes interessantes para o cliente. Se for pessoa jurídica, empresas normalmente pedem um padrão usado, o que normalmente faz com que os projetos sejam enquadrados nas normas da ABNT.

Espero que vocês tenham gostado deste artigo e aproveitem para aprender cada vez mais. Se tiverem interesse em aperfeiçoar seus conhecimentos, não deixem de fazer os cursos gratuitos que o CADguru oferece em diversas áreas.

Sobre o autor:

Daniel Henrique Arantes Graduando em Engenharia Civil, com mais de 10 anos de experiência em AutoCAD, desde então trabalhando com projetos de desenhos, maquetes eletrônicas utilizando softwares como REVIT, 3ds Max e AutoCAD. Experiência profissional em escritório de Engenharia Civil e Arquitetura. Nas horas vagas, como hobby, utiliza o 3D Max Studio para fazer animações 2D e 3D.
Leia mais

Leia também

  1. Paulo Cezar Costa Santos em 09/09/2014:

    qual a diferença entre prancha prefeitura e prancha escritorio

    Responder
    • CADguru em 11/09/2014:

      Olá Paulo,

      Atualmente não disponibilizamos de suporte para dúvidas técnicas. No entanto criamos um fórum exclusivamente para interação entre os usuários. Por gentileza, coloque sua dúvida técnica acessando: fórum, para que tanto os usuários, como a equipe CADguru e os autores dos cursos possam responder. Fique a vontade para compartilhar seus conhecimentos respondendo as perguntas dos outros usuários.
      Obrigada.

      Responder
  2. VOCêS TEM CURSO DE NORMA NR10 em 22/01/2014:

    VOCêSTEM CURSO D NR10

    Responder
    • CADguru em 23/01/2014:

      Olá,

      Atualmente não dispomos deste curso, por gentileza sugira este e outros cursos através de nossa pesquisa: Sugira . Os novos cursos serão criados com base nas solicitações dos usuários.
      Obrigado por sua sugestão.

      Responder

Comentários (4):