Cadastre-se grátis
Receba novidades do CADguru: [x] Fechar
Prefere as mídias sociais? Acompanhe o CADguru:

A Arquitetura minimizando as consequências dos Desastres Naturais

Postado em: 20/11/2012 Comentários (1)

Com a passagem do furacão Sandy pela costa leste dos Estados Unidos as discussões acerca de como proteger a população dos desastres naturais e minimizar seus efeitos posteriores voltaram à tona.

Como quase metade da população mundial vive em centros urbanos e está acostumada a dispor de energia elétrica, água, comida e transporte em um estalar de dedos, quando uma cidade como Nova York simplesmente para por cinco dias ou quando um tsunami devasta várias cidades da costa japonesa, como aconteceu em março de 2011, a construção de cidades e edifícios preparados para esse tipo de desastre natural deixa de ser apenas uma ideia de filmes de ficção e passa a ser uma prioridade real.

Pensando nisso muitos arquitetos criaram projetos preparados para situações de emergência, desenvolvidos com equipamentos e tecnologia para enfrentar terremotos, furacões, tsunamis e qualquer outro tipo de catástrofe natural, vinda principalmente das mudanças climáticas.

Arquitetos e engenheiros japoneses, por já estarem acostumados com os constantes tremores de terra já utilizam nos maiores edifícios do mundo sistemas construtivos que impedem que o edifício venha a colapso. Através de pêndulos, sistemas de amortecimento e construções flexíveis é possível manter esses edifícios de pé, mesmo em um terremoto de grande magnitude.

Tecnologias contra terremotos

Tecnologias contra terremotos

Além de manter os edifícios intactos, a preocupação das equipes de projeto de diversas partes do mundo é criar soluções autossustentáveis, com captação de água e energia, hortas particulares, escolas e até hospitais, encontrando soluções criativas para essas mini cidades.

É o caso do edifício criado pelo arquiteto belga Vincent Cllebaut para a urbanização do Haiti. Com uma fachada orgânica e modular, suas varandas verdes servem como fonte de alimentos em caso de catástrofes naturais.

Outro projeto ousado é o New Orleans Arcology Habitat. Desenvolvido pelo arquiteto americano E. Kevin Schopfer, o edifício seria um abrigo seguro contra furacões e abrigaria 40 mil pessoas. Dentro dele uma escola e um hospital dão suporte à pequena cidade vertical.

Projeto Arquitetônico de Kevin Shopfer

Da esquerda para a direita: Projeto de Vincent Cllebaut e Projeto de E. Kevin Shopfer

De uma forma mais modesta e realista, um grupo de arquitetos Indianos construiu um prédio de três andares que promete minimizar os efeitos dos desastres naturais. São três apartamentos por andar, com cozinha e banheiro. A habitação fica sobre palafitas e tem um núcleo resistente a terremotos e tempestades. Além disso também trabalha com o conceito de sustentabilidade, criando uma pequena comunidade com creche, médicos, plantações e reciclagem de água. O projeto foi criado para a competição de arquitetura “Design Against the Elements”, que lançou o desafio após a devastação causada pela tempestade tropical Ondoy, nas Filipinas.

Outro projeto real são as casas criadas pelo arquiteto Frank Gehry para a população de Nova Orleans após o furacão Katrina. Em parceria com a ONG Make It Right, Gehry criou sobrados de três dormitórios que possuem painéis coletores de energia solar, terraços e janelas amplas e receberam pintura livre de componentes voláteis tóxicos.

habitação contra desastres na Índia e em Nova Orleans

Da esquerda pra direita: Habitação contra desastres de arquitetos indianos e uma das casas de Nova Orleans

Sejam ideias arrojadas ou mais realistas, os movimentos de projetos arquitetônicos em prol da minimização das decorrências de desastres naturais já é uma realidade, principalmente em países mais vulneráveis às intempéries. Vale lembrar que o aquecimento global de forma geral contribui para potencializar o efeito dessas catástrofes e que, ainda que não pareça, é possível que cada um contribua para a conservação do planeta. É interessante pensarmos em soluções sim, mas também em ações preventivas.

Sobre o autor:

Equipe CADguru A Equipe CADguru cuida do conteúdo e divulgação do site, novas iniciativas, administração de servidores, controle de qualidade dos cursos, atendimento os usuários e em geral tudo o que precisa para fazer o CADguru fornecer conhecimento gratuito de alta qualidade.
Leia mais

Leia também

  1. Francisco Gaiger em 02/12/2012:

    Acho interessante a divulgação de arquiteturas que minimizem desastres naturais e uso de energia solar, novas técnicas de tratamento de esgoto, prédios auto sustentáveis enfim estas são tecnologias de ponta que precisamos divulgar, pois como diz o ditado água mole em pedra dura bate tanto até que fura. Parabéns por divulgarem as novas tecnologias.

    Responder

Comentários (1):