Warning: Declaration of gdttWalker_Terms::start_el(&$output, $term, $depth, $args) should be compatible with Walker_Category::start_el(&$output, $category, $depth = 0, $args = Array, $id = 0) in /var/www/clients/client21/web34/web/wp-content/plugins/gd-taxonomies-tools/code/fnc/display.php on line 0

Warning: Declaration of gdttWalker_TermsDropdown::start_el(&$output, $term, $depth, $args) should be compatible with Walker_CategoryDropdown::start_el(&$output, $category, $depth = 0, $args = Array, $id = 0) in /var/www/clients/client21/web34/web/wp-content/plugins/gd-taxonomies-tools/code/fnc/display.php on line 0

Warning: Parameter 1 to wp_default_scripts() expected to be a reference, value given in /var/www/clients/client21/web34/web/wp-includes/plugin.php on line 579

Warning: Parameter 1 to wp_default_styles() expected to be a reference, value given in /var/www/clients/client21/web34/web/wp-includes/plugin.php on line 579

Warning: Parameter 1 to wp_default_scripts() expected to be a reference, value given in /var/www/clients/client21/web34/web/wp-includes/plugin.php on line 579
As vantagens da educação a distância no Brasil
Cadastre-se grátis
Receba novidades do CADguru: [x] Fechar
Prefere as mídias sociais? Acompanhe o CADguru:

As vantagens da educação a distância no Brasil

Postado em: 11/02/2014 Nenhum comentário

Você certamente já ouviu falar em EAD (Ensino ou Educação a Distância) ou então já realizou um curso que se enquadra nesta modalidade. EAD pode ser definido como um modo de ensino em que é valorizado o autoaprendizado, onde professor e aluno estão em locais físicos diferentes e o contato é feito por meio de mídias, que podem ser: apostilas, e-mails, áudio e vídeos que podem ser vistos off-line ou online.

A intermediação nem sempre é feita por um professor, mas sim, por um tutor ou mediador. Em alguns casos são mistas, quando parte do curso é oferecido presencialmente e, em outros casos, totalmente a distância.

educação ou ensino a distancia

Os números do “EAD” no Brasil

O primeiro estudo oficial no Brasil sobre o tema foi feito em 2005 pela AbraEAD (Anuário Brasileiro Estatístico de Educação Aberta e a Distância) em parceria com o INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), o Ministério da Educação e os conselhos estaduais e  municipais de educação. Antes disso, os dados eram muito escassos e estavam desatualizados desde 2003. Como mostra o quadro abaixo, o número de brasileiros que fizeram uso da EAD só em 2004 chegou 1.137.908. Com isso, ficou evidente a necessidade de um estudo mais aprofundado e completo sobre essa modalidade.

Confira o número de brasileiros matriculados em cursos de Educação a Distância, segundo dados do anuário da AbraEAD de seis grandes instituições, em 2004.

Anuário AbraEAD 2004

Ainda segundo o anuário, é possível constatar que a região Sudeste é a que mais apresentava estudantes em EAD (53%), seguida pela região Sul com (17%) do total nacional. A distribuição das instituições de ensino a distância também seguiam o mesmo mapa.

O quadro abaixo apresenta os dados do Anuário da AbraEAD com o número de brasileiros que participaram de cursos de Educação a Distância, em 2008.

Anuário AbraEAD 2008

Notem que em cerca de três anos os números mais que dobraram, e com o aumento da adesão dos alunos nesta modalidade aumentou também a qualidade dos cursos. Os processos tornaram-se mais interativos, a participação do estudante aumentou tornando-o mais dinâmico e produtivos e o acesso às informações durante as aulas ficou mais fácil.

Esse novo gás permite que o aluno faça pesquisas em tempo real, enquanto lê um texto ou assiste a uma videoaula. Tudo isso somado à interação dos cursos, que algumas vezes estão mais organizados que um curso presencial, tem feito com que essa área da educação ganhe notoriedade junto aos consumidores e também junto aos estabelecimentos de ensino.

Educação a distância: economia e flexibilidade

Existe ainda o fato de os cursos ministrados a distância serem mais baratos. A economia não fica só no preço do curso em si, mas também nos gastos relacionados ao transporte, à alimentação, estacionamento, entre outros custos. Outra vantagem é a flexibilidade, já que o aluno pode se dedicar ao estudo em horários e locais de sua preferência, tendo mais liberdade para gerenciar seu tempo.

O fato de ser a distância não quer dizer que o aluno estude menos, o fato é que quem faz cursos como autodidata, em casa, acaba estudando mais do que quem faz um curso presencial. Veja o gráfico.

Alunos que estudam através de cursos a distancia estudam mais que na modalidade presencial

Com a crescente evolução dos meios de transmissão de dados e informações pela internet, o advento da banda larga, tecnologias de acesso móvel e degradação do sistema de transporte, principalmente nos grandes centros urbanos, a modalidade EAD vai ganhando força a cada dia  e se tornando uma alternativa viável e funcional para vencer a distância que existe entre uma pessoa e a informação que ela deseja.

Na minha opinião, acho que o termo EAD (Educação a distância), em breve poderá ser alterado. Fica aqui minha sugestão: EPV (Educação de presença virtual).

Sobre o autor:

Jefferson de Olivo Profissional da área metalmecânica: projetos industriais e ferramentaria, formação de base SENAI, especialista CAD/CAM,tecnologia de Estruturas metálicas FESP, formação técnica Profissionalizante em computação Gráfica. Experiência com formação profissional (SENAI).
Leia mais

Leia também

Comentários (0):