Cadastre-se grátis
Receba novidades do CADguru: [x] Fechar
Prefere as mídias sociais? Acompanhe o CADguru:

Elementos do molde de injeção: canais de alimentação

Postado em: 26/05/2016 Nenhum comentário

Seguindo nosso conhecimento nos moldes de injeção, iremos conhecer agora um elemento que não é um componente físico do conjunto, mas uma característica do molde de injeção que é muito importante para que se obtenha um produto injetado de qualidade: os canais de injeção.

Canal de injeção

O canal de injeção é a parte do molde onde a matéria prima é injetada em seu estado líquido, escoa para as cavidades, postiços e machos. Na maioria das vezes, sua geometria interfere diretamente no resfriamento dessa matéria prima e na pressão aplicada para a injeção do mesmo, esse é o principal motivo pelo qual especialistas apontam algumas diretrizes para o correto dimensionamento destes canais. Por exemplo:

  • Usar preferencialmente uma seção circular na geometria desse canal de injeção, pois em outras seções, como trapezoidal, semi-circular ou outros formatos, exige maior pressão de injeção quando comparados com uma seção circular.
  • Devem ser o mais curto possível e evitar ao máximo as mudanças de direção do fluxo de injeção e a soma das áreas das seções transversais dos canais de alimentação deve ser igual a área da seção final do canal da bucha de injeção.
  • O comprimento do canal de alimentação deve ser o mesmo para todas as cavidades do molde, para que desta maneira, a matéria prima atinja todas as gargantas ao mesmo tempo, com isso, o preenchimento e vedação serão simultâneos em todas as cavidades.

Galho de injeção

Especialistas ainda afirmam que o material da extremidade do bico de injeção resfria durante o ciclo de injeção, sendo assim, no ciclo seguinte esse material resfriado pode causar defeitos na moldagem, como o entupimento dos canais de alimentação ou crostas na superfície da peça. Para que esses defeitos não ocorram é feito um rebaixo onde o fluxo vindo da bucha de injeção preenche antes de chegar aos canais de alimentação, desta forma o material frio se deposita e o material com a temperatura adequada segue para o molde. A esse rebaixo é dado o nome de poço frio.

Nos atentando as principais características, tanto geométricas quanto conceituais da utilização e fabricação dos canais de injeção, nossos projetos de moldes de injeção irão obter os melhores resultados.

Bom trabalho!

Este é o último artigo da nossa série sobre Elementos do molde de injeção. Confira abaixo os artigos anteriores:

:: Elementos do molde de injeção: conheça a placa base inferior
:: Elementos do molde de injeção: conheça a placa base superior

:: Elementos do molde de injeção: bucha de injeção
:: Elementos do molde de injeção: buchas de guia

:: Elementos do molde de injeção: anel de centragem
:: Elementos do molde de injeção: pinos extratores do produto

:: Elementos do molde de injeção: placa suporte
:: Elementos do molde de injeção: colunas de guia

:: Elementos do molde de injeção: placa porta postiço superior
:: Elementos do molde de injeção: batente ou tope

:: Elementos do molde de injeção: cavidades e postiços machos
:: Elementos do molde de injeção: contração do produto injetado

Gostou? Então aproveite para conhecer nossos cursos gratuitos de CNC.

Sobre o autor:

Rafael Mascarenhas Projetista de ferramentas e Programador de máquinas CNC há mais de cinco anos. Ambas as funções realizadas com auxílio de softwares de CAD e CAM, tais como SolidWorks, NX, AutoCAD, SolidCAM, EdgeCAM, entre outros. Cursando ensino superior em Engenharia Mecânica.
Leia mais

Leia também

Comentários (0):