Cadastre-se grátis
Receba novidades do CADguru: [x] Fechar
Prefere as mídias sociais? Acompanhe o CADguru:

Geometria das ferramentas de usinagem que são usadas no processo de fresamento

Postado em: 15/10/2013 Nenhum comentário

No processo de fresagem usa-se uma ferramenta de corte chamada de fresa, que faz a remoção de cavacos por meio de movimentos circulares, enquanto a peça se desloca em movimentos lineares.

Para cortar o material, os dentes da fresa têm forma de cunha que apresentam os seguintes ângulos:

  • Ângulo de saída.
  • Ângulo de cunha.
  • Ângulo de folga.

O ângulo de cunha é aquele que dá maior ou menor resistência à quebra. Isso significa que quanto menor o ângulo de cunha menos resistente é a fresa.

A escolha da fresa em relação ao seu ângulo de cunha tem como base o material que será feito a usinagem. Em materiais de baixa dureza e materiais não ferrosos, como alumínio e o bronze, são usadas fresas com um ângulo menor de cunha em torno de 57° e para materiais mais duros e quebradiços esse ângulo passa a ser maior, em torno de 81°.

A geometria de uma fresa, as característica dessa ferramenta.

Ângulos da geometria de uma fresa. 

Conheça os tipos de fresa:

Fresas planas: Quanto à disposição dos dentes na ferramenta, estes podem estar paralelos ao eixo da máquina ou em formato helicoidal. As fresas com os dentes paralelos ao eixo têm um rendimento menor em função da dificuldade de liberação do cavaco. Já as fresas com os dentes helicoidais têm uma liberação do cavaco lateralmente e uma forma de usinagem mais suave, porque enquanto um dente está saindo da peça o outro está entrando e ela ainda pode trabalhar tanto em sentindo concordante como em sentido descordante.

São usadas em superfícies planas, na abertura de rasgos e canais.

Fresas planas

Fresas planas

Fresas para rasgo: são utilizadas no processo de abertura de rasgos, chavetas, ranhuras retas ou em perfil “T”. Entre elas estão as fresas de topo com haste reta, fresas de topo com hastes cônica,  fresas para ranhura em “T” ou conhecidas como “Woodruff”.

Fresas para fabricação de rasgos.

Fresa para rasgos

Fresa de perfil constante: são usada para a fabricação de canais, superfícies côncavas e convexas e até para gerar dentes de engrenagens, as chamadas fresas módulo.

Fresa de perfil constante

Fresa de perfil constante

Fresas de dentes postiços: são as chamadas fresas de cabeçote que possuem encaixes para fixação de insertos e metal duro. Esses encaixes têm uma forma geométrica de acordo com o inserto próprio para a operação. Eles são responsáveis por um grande aumento na produtividade, por conterem insertos intercambiáveis e de rápida troca.

Fresa de insertos intercambiáveis

Fresa de insertos intercambiáveis

Fresa angulares: São fresas responsáveis por abrir rasgos angulares, os chamados rasgos “rabo-de-andorinha”

Ferramenta utilizada na fabricação de rasgos "rabo de andorinha" fêmea.

Fresa rabo-de-andorinha

 

Fresa rabo-de-andorinha

Fresa rabo-de-andorinha

É muito importante saber que as fresas devem trabalhar 100% concêntricas em relação ao eixo-árvore da fresadora, caso contrário, alguns dentes ficam mais salientes que outros. Sendo assim, diminui a vida útil da sua ferramenta e acaba criando muitas ondulações nas peças usinadas.

Sempre é bom saber qual o tipo de fresa usar para cada operação específica, conseguindo assim uma melhor produção.

Sobre o autor:

Rafael Mascarenhas Projetista de ferramentas e Programador de máquinas CNC há mais de cinco anos. Ambas as funções realizadas com auxílio de softwares de CAD e CAM, tais como SolidWorks, NX, AutoCAD, SolidCAM, EdgeCAM, entre outros. Cursando ensino superior em Engenharia Mecânica.
Leia mais

Leia também

Comments are closed.