Cadastre-se grátis
Receba novidades do CADguru: [x] Fechar
Prefere as mídias sociais? Acompanhe o CADguru:

Introdução à programação CNC

Postado em: 03/10/2013 Nenhum comentário

Para podermos criar um programa CNC, temos que ter em mente uma sequência a seguir e tomar como base durante todo o processo de programação.

O programa CNC (comandos numéricos computadorizados) é uma sequência de blocos de programação que contém funções de comando que as máquinas entendem como ordens para a execução de um processo de usinagem.

Vou citar alguns comandos de linguagem das máquinas CNC:

  • Função N = Número de sequência (linha de programação).
  • Função T = Número da ferramenta.
  • Função G = Funções preparatórias.
  • Função M = Funções miscelâneas.
  • Funções X, Y, e Z = Posicionamento dos eixos da máquina.

As máquinas de comando numérico são aquelas que possuem um equipamento eletro-eletrônico, que tratamos como comando, o qual possibilita a execução de uma sequência automática de atividades.

Processo de usinagem em máquinas CNC

Para executar um processo de usinagem em máquinas CNC temos que ter como referência dois pontos:

    • Deve-se elaborar um programa CNC, onde o seu pós-processador seja  corretamente interpretado por sua máquina.
    • O programa deve ser lido e entendido por sua máquina CNC, para que posteriormente possamos fazer a separação e a configuração das ferramentas e da peça que será utilizada no processo de usinagem.
Ferramenta durante o trabalho de usinagem em máquina CNC

Máquina CNC em processo de usinagem

Sequência cronológica

Existe uma sequência cronológica a ser seguida:

      1. Estudo do desenho da peça que será usinada, tomando como base a peça bruta e a peça acabada. O estudo da fixação da peça, as ferramentas que serão utilizadas, as dimensões exigidas para fabricação da peça e a tecnologia de usinagem, como avanço de cote e quantidade de material a ser retirado por passada.
      2. Estudo de métodos e processo, onde definimos as fases em que a peça será fabricada, estabelecendo o que fazer e quando fazer.
      3. A escolha do ferramental utilizado é fundamental para um bom aproveitamento do equipamento e a sua disposição no “MAGAZINE” de ferramentas, para uma economia de tempo de usinagem.
      4. Conhecer os parâmetros físicos da máquina e sua linguagem de programação, sendo que temos que entender o máximo de rotação que máquina suporta, o limite de coordenada para os eixos, o máximo de ferramentas que ela suporta e a capacidade de remoção de cavaco, também estando atento a qual tipo de linguagem a máquina tem entendimento.
      5. Definição dos parâmetros de corte, em função do material a ser usinado e as ferramentas utilizadas.

Essas são os passos iniciais para qualquer programação CNC. Eles são fundamentais  para que você possa começar qualquer tipo de programação CNC. Além do mais, servem principalmente como base para que você possa ter um bom desempenho no processo de programação.

Sobre o autor:

Rafael Mascarenhas Projetista de ferramentas e Programador de máquinas CNC há mais de cinco anos. Ambas as funções realizadas com auxílio de softwares de CAD e CAM, tais como SolidWorks, NX, AutoCAD, SolidCAM, EdgeCAM, entre outros. Cursando ensino superior em Engenharia Mecânica.
Leia mais

Leia também

Comentários (0):