Cadastre-se grátis
Receba novidades do CADguru: [x] Fechar
Prefere as mídias sociais? Acompanhe o CADguru:

Sequência correta de inserção de filetes (arredondamento de cantos) em peças no SolidWorks 2013

Postado em: 05/11/2013 Nenhum comentário

Arredondar cantos é uma atividade comum quando estamos modelando peças no SolidWorks 2013. Dependendo do modelo, a tarefa de inserir filetes nas peças pode nos tomar bastante tempo. Se utilizarmos corretamente a propagação de tangente, esta tarefa pode ser muito mais rápida e com melhor qualidade de acabamento da peça.

O que é propagação de tangente?

A opção de propagar tangente (1) é ativada como padrão quando inserimos um filete de Raio constante. Esta opção faz com que o filete inserido continue em outras arestas até encontrar uma interrupção na aresta. Confira na figura abaixo como o filete foi propagado para a região enraiada (2) e parou na região que encontrou uma face reta (3).

Saiba qual a definição da propagação de tangente no SolidWorks 2013

Sequência de aplicação de filetes:

Para o filete ser propagado, é necessário que as arestas que antes bloqueavam a propagação estejam filetadas. Um caso muito comum é arredondarmos primeiro os cantos verticais e depois os horizontais, gerando a seguinte configuração:

Conheça um exemplo de tangente propagada

Neste caso, podemos ver que os filetes ficam contínuos, o que é muito bom em casos como o de moldes de peças. Se aplicarmos a sequência invertida, veja como fica o modelo. Estes detalhes nos cantos dos filetes dificultam o processo de fabricação.

Confira um exemplo de filete mal inserido

Por afetar diretamente na estética e no processo de fabricação de peças, devemos observar a sequência em que inserimos os filetes, o que pode ainda nos poupar tempo caso utilizarmos corretamente a propagação da tangente.

Se você deseja aprender mais sobre SolidWorks confira nosso curso SolidWorks 2013 Avançado.

Sobre o autor:

Rafael Ranghetti Técnico em mecânica industrial e graduando em Engenharia Naval pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atuou em desenvolvimento mecânico de produtos em uma multinacional, e realizou intercâmbio nos EUA através do programa Ciência sem Fronteiras. Procurando constante aperfeiçoamento tenta aprender coisas novas a cada dia. Não se limitando à área técnica, procura compreender os diversos campos que tem impacto na educação, como técnicas de ensino e áreas da comunicação.
Leia mais

Leia também

Comentários (0):