Clássica ou nova: saiba como configurar a interface do seu AutoCAD 2013

Tela boas vindas no AutoCAD

Configurar a interface do AutoCAD para iniciar um trabalho de desenho técnico profissional é uma tarefa que pode ser feita rapidamente. Neste artigo, iremos mostrar esse procedimento em três etapas:

Etapa 1 – Identificando o sistema operacional

Primeiramente, precisamos saber qual sistema operacional está instalado em sua máquina e que tipo de bits é o mesmo. Pode ser que sua máquina esteja usando uma cópia genérica e é de outro sistema. Por exemplo, usando uma cópia de 64 bits em um sistema que é para 32 bits. Isso normalmente não é usual e acontecem vários erros e defeitos no decorrer do uso dos programas.

O ideal é que o usuário analise os dados específicos da máquina em uso através do resumo do sistema. Pode-se fazer isso teclando a tecla “Windows”, que fica perto do “Alt” e “Ctrl”, e junto com a tecla “Pause Break”.

As teclas “Windows + Pause Break” irão abrir o resumo do computador do usuário. Desta forma, poderá verificar então o Processador, a Memória Instalada e o Tipo de Sistema (exemplo: Win7 64bits).

Assim, é importante que se adquira o software de acordo com o seu sistema operacional. Com isso, o usuário não terá dor de cabeça ao adquirir o software e poderá instalar corretamente seguindo as orientações do tipo de sistema.

Se o usuário não quiser utilizar a versão estudante (que praticamente não existe diferença, apenas a Autodesk pede para que não utilize como meio de trabalho e acrescenta uma mensagem quando imprime um projeto no seu computador). Procure as versões do software compatíveis com seu computador.

Bom, em princípio seria interessante saber se o usuário está ou não usando a versão original da Autodesk, seja ela a estudante ou versão de trabalho. A versão estudante pode ser baixada diretamente no site da Autodesk, basta se cadastrar e baixar o conteúdo original dos softwares que quer usar.

Normalmente, a Autodesk disponibiliza apenas o número de série e o product key quando você compra seus produtos ou baixa a versão gratuita.

Mais uma vez repito, caso não queira utilizar a versão estudante (que praticamente não apresenta diferença, apenas a Autodesk pede para que você não utilize para trabalho e acrescenta um logotipo na impressão), procure versões do software compatíveis com seu computador.

Etapa 2 – Instalação

Vamos instalar, então? Siga os passos de instalação clicando no Setup ou no arquivo que você baixou da Autodesk e procure ficar atento ao momento em que é preciso inserir o número de série e o product key. É só colocar o número corretamente e pronto!

Normalmente, será criado um arquivo em seu desktop (área de trabalho). Basta então você clicar duas vezes. E aí, se for a versão estudante ou completa, automaticamente irá verificar a originalidade e iniciará o registro do software corretamente.

Se a versão for genérica, lembre-se de seguir os passos de onde você pegou, pois, normalmente, além do número de série e product key, é necessário inserir um número a mais para ativar o produto.

Etapa 3 – Configurando a interface para trabalho

Antes de configurar, você deve escolher entre as duas opções de interface. A primeira é se quiser usar a interface nova 2013, onde as ferramentas são encontradas de maneira intuitiva, mas exigem que você sempre abra novas abas para procurar determinados comando.

A segunda opção e é a que eu acho mais interessante para trabalhar em projetos, pois otimiza a escolha e o execução de comandos, é a interface clássica. Esta interface é organizada com caixas de ferramentas, onde fica mais rápido escolher os comandos. Eles sempre estarão no mesmo local, evitando o retrabalho de achar a mesma ferramenta pela interface nova e intuitiva.

Vou colocar algumas fotos abaixo e mostrar o que você deve configurar.

1- Ao iniciar pela primeira vez o programa, essa tela aparecerá e você deverá fechar a tela de boas vindas

Tela boas vindas no AutoCAD

2- Em seguida, perceba que a interface intuitiva do AutoCAD aparecerá como esta abaixo. Se escolher esta interface para usar, então pode parar de configurar e pular para o item 10. Caso queira configurar como interface clássica, continue:

Tela inicial draffting annotation no AutoCAD

Tela workspace no AutoCAD

3- Clique na engrenagem e escolha esta opção:

Escolhendo autocad classic no AutoCAD

4- Com isso, a tela da interface clássica ficará neste estilo. Feche algumas caixas de ferramentas (item 5):

Tela interface classica no AutoCAD

5- Lembre-se de que as caixas de ferramentas funcionam assim:

Caixa de ferramenta no AutoCAD

6- Agora você precisa adicionar mais caixas de ferramentas na interface, então, selecione estas que eu estou indicando:

Caixas de ferramentas no AutoCAD

7- As caixas normalmente ficarão no “ar”, como mostra a figura:

Caixas antes de ajustar posicao no AutoCAD

8- Você deverá ajustar as posições destas caixas de acordo com esta que eu indico ou da maneira que achar melhor:

Caixas ajustadas no AutoCAD

9- Existe uma ferramenta que sempre mostra um resumo de todos os elementos que você desenhar e que quando selecionar verá o resumo. Esta ferramenta chama-se Propriedades e ajuda e muito a fazer edições rápidas, para achar áreas, comprimentos, editar textos simples e muito mais, então, aconselho a habilitar esta ferramenta:

Propriedades rapidas no AutoCAD

10- Vamos configurar as ferramentas de precisão e conhecer umas teclas rápidas para ativar e desativar. Lembre-se de deixar essas ferramentas de precisão como mostra a figura abaixo:

Opcoes de trabalho no AutoCAD

11- Devemos também configurar a simbologia de uma dessas ferramentas de precisão seguindo o passo seguinte:

Configuracao marcadores no AutoCAD

12- E escolhendo essas ferramentas de marcadores. Depois, clique em “Ok“:

Opcoes de snap marcadores no AutoCAD

13- Digite “OP” e Enter. E vamos configurar as opções de preferências de cada usuário, começando pela aba “Display”:

Display crosshair no AutoCAD

14- Configurando a aba “Open and Save”:

Opcao para save rapido no AutoCAD

15- Configure a aba “User Preferences” para deixar o botão direito do mouse como se fosse as teclas do teclado ENTER ou o SPACE, assim a execução de ferramentas tornam-se mais rápidas:

Customizando o botao direito do mouse no AutoCAD

Opcoes abilitadas do mouse no AutoCAD

16- Agora precisamos salvar estas configurações com o nome do usuário, no caso, eu salvei com o meu nome. Esta etapa é aconselhável caso outras pessoas usem o mesmo computador para trabalhar com o AutoCAD, ou, se você deseja levar estas configurações para outro computador de maneira mais rápida, apenas exportando-a e importando em outro computador. Saiba, então, como configurar, lembrando que deverá clicar duas vezes no 4º passo.

Renomeando para o usuario no AutoCAD

Pronto! Agora você poderá usufruir da interface com a opção de carregar e executar comandos de maneira mais rápida e otimizada.

Espero que vocês tenha aproveitado os conceitos e técnicas usadas para configurar uma interface para trabalhar no AutoCAD 2013 através deste artigo e aproveitem para aprender cada vez mais. Caso tenham interesse em aprimorar seus conhecimento conheça os cursos gratuitos de AutoCAD, disponível em nosso portal.

RelatedPost

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *