Funções do cabeçote móvel no torno

cabeçote movel

Na operação de facear, a ferramenta é fixada no porta-ferramenta que se movimenta perpendicularmente ao eixo da peça para executar o corte. O cabeçote móvel é a parte do torno que se desloca sobre o barramento e ele é composto por:

  • Base: Apoia-se no barramento e serve de apoio para o corpo.
  • Corpo: Suporta os mecanismos do cabeçote móvel. Pode ser deslocado lateralmente para permitir o alinhamento ou desalinhamento do contra ponto.
  • Mangote: Aloja o contra ponto, mandril ou outras ferramentas para furar, escarear, alargar ou roscar. É fixado por meio de uma trava e movimentado por um eixo roscado acionado por um volante. Possui um anel graduado que permite controlar a profundidade do furo.

cabeçote movel

As funções do cabeçote móvel são as seguintes:

  • Serve de suporte ao contra ponto, destinada a apoiar uma das extremidades da peça a ser torneada.
  • Serve para fixar o mandril de haste cônica usado para prender brocas, escareadores, alargadores, machos.
  • Serve de suporte direto para ferramentas de corte de haste cônica como brocas e alargadores, bem como de apoio para operações de roscagem manual.
  • Serve para deslocar o contra ponto lateralmente, para o torneamento de peças longas de pequena conicidade.

Essas dicas são muito úteis para melhorar nosso desempenho na operação de torneamento e usar da melhor forma possível todas as funções do cabeçote móvel utilizados nos tornos mecânicos.

Bom trabalho!

RelatedPost

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *