O que é ângulo de saída em um projeto de molde?

Ângulo de saída rack da courier no Inventor 2013

Quando um produto é fabricado por meio do método de moldagem usando para isso um molde injeção, se tornam necessários alguns aspectos no produto e também no molde para que todo o processo de fabricação possa ocorrer de forma correta, um aspecto muito importante que devemos sempre considerar no projeto do molde, e consequentemente em sua construção, são os ângulos de saída no produto. É claro que ao passo que temos ângulos de saída no produto teremos também no molde, porém os ângulos devem coexistir com toda a realidade dimensional do produto, ou seja, os ângulos não podem afetar negativamente o dimensional do produto nem vice versa.

A necessidade do ângulo de saída

Muitas vezes não somos nós mesmos desenhistas ou projetistas que desenvolvemos o produto para o qual iremos projetar o molde de injeção, na maioria dos casos recebemos o produto já pronto do cliente somente para por meio dele desenvolver o projeto do molde. O problema é que em muitos casos o produto que recebemos não contém a angulação necessária para que possa ser extraído das cavidades do molde de injeção após o ciclo de injeção, nessa situação é preciso que tenhamos a sensibilidade e a percepção de incluir os ângulos de saída no projeto de forma coerente.

Entendendo os ângulos de saída

Após o ciclo de injeção o produto injetado precisa ser retirado de dentro do molde de injeção, é claro que após o ciclo o produto se contrai por voltar à temperatura ambiente e se solidifica, tendo isso em vista precisamos criar estratégias para desmoldar o produto, é ai que entram os ângulos de saída. Os ângulos servem para favorecer a saída do produto das cavidades do molde.
Para entendermos melhor vamos imaginar dois tipos de copos como os que temos em nossa casa para beber água, pensem no primeiro tipo tendo a geometria cilíndrica e reta em suas laterais, se encaixássemos dois copos desses um dentro do outro seria muito difícil desencaixá-los posteriormente. Agora pense no segundo tipo de copo tendo também a geometria cilíndrica, porém com suas paredes laterais angulares na forma de cone, ao passo que encaixamos dois copos desses um dentro do outro, para desencaixá-los se torna muito mais fácil, isso porque temos a presença do ângulo de saída nesse segundo tipo de copos.
De forma exatamente igual funcionam os ângulos de saída no produto, mesmo que esses ângulos no produto sejam quase que imperceptíveis, eles devem existir para que o produto possa ser extraído do molde com facilidade. Além de facilitar a extração os ângulos de saída contribuem também para que o dimensional do produto seja mantido, isto é, de uma vez que o produto sai com facilidade das cavidades do molde, logo, esse produto não sofre nenhum tipo de esforço e tensão, mantendo íntegro o seu dimensional.

Ângulo de saída rack da courier no SolidWorks

O ângulo de saída VS as dimensões do produto

Já sabemos que é necessário o ângulo de saída no produto e consequentemente no molde de injeção, mas temos que tomar alguns cuidados quando vamos aplicar ângulos de saída em produtos que ainda não os possuem, isso porque sempre devemos estar atentos para que os ângulos não afetem as dimensões do produto fazendo com que ele fique em desacordo com o produto original.
Nos casos que o produto não possui ângulos de saída podemos trabalhar esses ângulos nas tolerâncias do produto, digamos que o produto possua uma região paralela de comprimento igual a 100 mm e largura igual a 10 mm, na dimensão de 10 mm temos a tolerância de mais ou menos 0,1mm, isso quer dizer que em uma das extremidades do comprimento de 100 mm podemos ter a dimensão de 9,9 mm e na outra 10,1 mm. Essa diferença já poderia gerar uma angulação favorável à extração do produto resultando em um ângulo de saída.

Considerações

Concluo dizendo que os ângulos de saída sempre que possível devem estar presentes no produto fabricado pelo método de moldagem, quando recebermos o produto para poder a partir daí projetar o molde, se o produto já possuir os ângulos necessários basta somente projetar o molde, mas se o produto ainda não possuir teremos que adicionar esses ângulos ao produto com bastante cuidado para não afetar as dimensões do produto de forma a deixá-lo com seu dimensional incorreto. Podemos conferir tudo isso corretamente no nosso Curso Básico de Projeto de Moldes SolidWorks 2012, que foi feito pensando exatamente nestes detalhes.

RelatedPost

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *